Chinese Contemporary Bible (Traditional)

詩篇 105

上帝和祂的子民

1你們要稱謝耶和華,呼求祂的名,
在列邦傳揚祂的作為。
要歌頌、讚美祂,
述說祂一切奇妙的作為。
要以祂的聖名為榮,
願尋求耶和華的人都歡欣。
要尋求耶和華和祂的能力,
時常來到祂面前。
5-6 祂僕人亞伯拉罕的後裔,
祂所揀選的雅各的子孫啊,
要記住祂所行的神蹟奇事和祂口中的判詞。
祂是我們的上帝耶和華,
祂在普天下施行審判。
祂永遠記得祂的約,
歷經千代也不忘祂的應許,
就是祂與亞伯拉罕所立的約,
向以撒所起的誓。
10 祂把這約定為律例賜給雅各,
定為永遠的約賜給以色列。
11 祂說:「我必把迦南賜給你,
作為你的產業。」
12 那時他們人丁稀少,
在當地寄居。
13 他們在異國他鄉流離飄零。
14 耶和華不容人壓迫他們,
還為他們的緣故責備君王,
15 說:「不可難為我膏立的人,
也不可傷害我的先知。」
16 祂在那裡降下饑荒,
斷絕一切食物的供應。
17 祂派一個人率先前往,
這人就是被賣為奴隸的約瑟。
18 他被戴上腳鐐,套上枷鎖,
19 直到後來他的預言應驗,
耶和華的話試煉了他。
20 埃及王下令釋放他,
百姓的首領給他自由,
21 派他執掌朝政,
管理國中的一切,
22 有權柄管束王的大臣,
將智慧傳授王的長老。

23 以色列來到埃及,
寄居在含地。
24 耶和華使祂的子民生養眾多,
比他們的仇敵還要強盛。
25 祂使仇敵憎恨他們,
用詭計虐待他們。
26 祂派遣祂的僕人摩西和祂揀選的亞倫,
27 在埃及行神蹟,
在含地行奇事。
28 祂降下黑暗,使黑暗籠罩那裡;
他們沒有違背祂的話。
29 祂使埃及的水變成血,
魚都死去;
30 又使國中到處是青蛙,
王宮禁院也不能倖免。
31 祂一發命令,
蒼蠅蜂擁而至,蝨子遍滿全境。
32 祂使雨變成冰雹,
遍地電光閃閃。
33 祂擊倒他們的葡萄樹和無花果樹,
摧毀他們境內的樹木。
34 祂一發聲,
就飛來無數蝗蟲和螞蚱,
35 吃盡他們土地上的植物,
吃盡他們田間的出產。
36 祂又擊殺他們境內所有的長子,
就是他們年輕力壯時生的長子。
37 祂帶領以色列人攜金帶銀地離開埃及,
各支派中無人畏縮。
38 埃及人懼怕他們,
樂見他們離去。

39 祂鋪展雲彩為他們遮蔭,
晚上用火給他們照明。
40 他們祈求,
祂就賜下鵪鶉,降下天糧,
叫他們飽足。
41 祂使磐石裂開、湧出水來,
在乾旱之地奔流成河。
42 因為祂沒有忘記祂賜給僕人亞伯拉罕的神聖應許。
43 祂帶領自己的子民歡然離去,
祂所揀選的百姓歡唱著前行。
44 祂把列國的土地賜給他們,
使他們獲得別人的勞動成果。
45 祂這樣做是要使他們持守祂的命令,
遵行祂的律法。
你們要讚美耶和華!

O Livro

Salmos 105

1Deem graças ao Senhor e invoquem o seu nome!
Contem aos povos os seus feitos!
Cantem-lhe, cantem-lhe louvores
e contem todas as suas maravilhas!
Deem glória ao seu santo nome!
Que rejubilem todos aqueles que buscam o Senhor!
Procurem o Senhor! Procurem a sua força
e a sua face continuamente!

Lembrem-se dos seus poderosos milagres,
dos seus maravilhosos feitos, dos juízos da sua palavra,
vocês os seus servos, descendentes de Abraão,
os descendentes de Jacob, seus eleitos.
Ele é o Senhor, nosso Deus;
a sua autoridade é reconhecida em toda a Terra.

Ele lembra-se para sempre da sua aliança,
das palavras dos seus mandamentos,
dirigidos a milhares de gerações,
do seu acordo feito com Abraão,
do seu juramento feito a Isaque.
10 Foi confirmado a Jacob
e prometido a Israel, como aliança eterna:
11 “Dar-te-ei a terra de Canaã por posse.”

12 Ainda eram muito poucos
e simples estrangeiros na terra prometida.
13 Andavam de nação em nação,
de um reino para outro.
14 Deus nem por isso permitiu que alguém lhes fizesse mal;
os reis eram repreendidos por amor deles.
15 “Não façam mal algum ao meu povo escolhido!”,
ordenou-lhes Deus.
“Estes são meus profetas, não lhes toquem!”

16 Fez vir um período de fome à terra de Canaã,
privando-a de pão.
17 Deixou que José fosse vendido
como escravo para o Egito.
18 Os egípcios amarraram-lhe os pés com correntes,
puseram-no a ferros.
19 Isto durou até ao momento em que
a palavra do Senhor provou que ele tinha razão.
20 Então o rei mesmo o mandou chamar e soltou-o.
21 Fê-lo responsável por toda a sua casa
e pô-lo como ministro da nação.
22 Podia, como entendesse, exercer a sua autoridade
sobre os grandes senhores do reino,
e até instruir os seus próprios anciãos.

23 Entrou então Israel no Egito,
e Jacob foi viver como estrangeiro na terra de Cam[a].
24 Depois disso, o povo multiplicou-se espantosamente,
a ponto de tornar-se uma nação maior do que aquela
no meio da qual vivia e que o ia oprimindo.
25 Deus deixou que os egípcios aborrecessem os israelitas,
profundamente, e os enganassem.
26 Então apareceu Moisés, acompanhado de Aarão,
que Deus escolheu como seu representante.
27 Por seu intermédio fizeram-se prodígios,
fenomenais, na terra de Cam.
28 Deus enviou densas trevas;
mas Moisés e Aarão não foram desobedientes à palavra de Deus.
29 As águas tornaram-se, por toda a parte, em sangue,
e não ficou um só peixe vivo!
30 E houve uma praga de rãs como nunca se viu;
até no palácio e nos aposentos privados do rei!
31 Depois foram enxames de moscas e piolhos,
que encheram o Egito de uma ponta à outra.
32 Até a chuva se tornou, noutra ocasião,
numa saraiva destruidora e raios queimaram a terra.
33 As vinhas e as figueiras foram destruídas;
por todo o lado, as árvores secaram e caíram.
34 À chamada de Deus acorreram bandos imensos
de gafanhotos e nuvens de pulgões.
35 Comeram tudo o que encontraram;
não escapou sequer uma planta, um fruto de árvore!
36 Depois tirou a vida a todo o filho mais velho de cada família egípcia,
aquele que era o orgulho e a alegria de todo o lar dessa terra.
37 Quanto ao seu povo, tirou-os dali com toda a segurança,
carregados de ouro e prata,
sem que houvesse entre eles um só doente.
38 Todo o povo egípcio se alegrou de alívio,
quando os israelitas se foram,
porque se tinham enchido de terror por causa deles.

39 Deus estendeu sobre eles uma nuvem para os proteger,
e de noite era como a luz dum fogo que os alumiava.
40 A certa altura, pediram carne para comer
e o Senhor mandou-lhes codornizes;
alimentou-os com o maná, o pão do céu.
41 Fez com que uma rocha se abrisse
e dela jorasse água em grande abundância,
até formar como que um rio,
através de toda aquela terra desértica e estéril.

42 Porque se lembrou das sagradas promessas
que tinha feito a Abraão, seu fiel servidor.
43 Fez esses que tinha escolhido como povo
entrar cheios de ânimo e alegria na terra prometida.
44 Deu-lhes um território, até ali ocupado por gentes estranhas,
onde comeram, de início, o que outros tinham plantado.
45 Tudo isso foi feito para que viessem a ser fiéis
e obedientes às suas leis e mandamentos.

Louvem o Senhor!

Notas al pie

  1. 105.23 Refere-se habitualmente ao Egito, como muitas vezes aparece na Bíblia.