Chinese Contemporary Bible (Traditional)

列王紀上 22

米該雅先知警告亞哈王

1亞蘭和以色列之間三年無戰事。 第三年,猶大王約沙法來見以色列王亞哈。 以色列王對臣僕說:「你們都知道基列的拉末是我們的領土,我們豈能坐視不理,不從亞蘭王手中奪回來呢?」 他問約沙法:「你願意跟我一起去攻打基列的拉末嗎?」約沙法回答說:「你我不分彼此,我的民就是你的民,我的馬就是你的馬。」 約沙法又對以色列王說:「你要先求問耶和華。」

於是,以色列王就召來了大約四百名先知,問他們:「我可以去攻打基列的拉末嗎?」他們說:「可以去,主必把那城交在王手中。」 但約沙法問:「這裡沒有耶和華的先知供我們求問嗎?」 以色列王回答說:「這裡還有一個人,是音拉的兒子米該雅,我們可以託他求問耶和華。可是我厭惡他,因為他給我的預言都是有凶無吉。」約沙法說:「王不要這樣說。」 以色列王召來一名內侍,說:「你快把音拉的兒子米該雅帶來。」 10 以色列王和猶大王約沙法在撒瑪利亞城門前的麥場,身穿朝服,坐在寶座上,眾先知都在他們面前說預言。 11 基拿拿的兒子西底迦造了兩隻鐵角,說:「耶和華這樣說,『你必用這鐵角牴亞蘭人,直到毀滅他們。』」 12 所有的先知也都預言說:「去攻打基列的拉末吧,一定得勝,耶和華必將那城交在王的手中。」

13 去召米該雅的使者對米該雅說:「眾先知都異口同聲地向王說吉言,你就像他們一樣說些吉言吧。」 14 米該雅回答說:「我憑永活的耶和華起誓,耶和華對我說什麼,我就說什麼。」 15 米該雅來到以色列王面前,王就問他:「米該雅啊,我可不可以去攻打基列的拉末?」米該雅回答說:「上去攻打吧,一定得勝,耶和華必將那城交在王手中。」 16 王卻說:「我要囑咐你多少次,你才肯奉耶和華的名對我說實話呢?」 17 米該雅說:「我看見以色列人四散在山上,好像沒有牧人的羊群一樣。耶和華說,『這些人沒有主人,讓他們各自平安地回家去吧。』」 18 以色列王對約沙法說:「我不是告訴過你嗎?他給我的預言都是有凶無吉。」 19 米該雅說:「你要聽耶和華的話。我看見耶和華坐在寶座上,眾天軍侍立在祂左右。 20 耶和華說,『誰願意去引誘亞哈到基列的拉末去送死呢?』眾天軍議論紛紛。 21 後來,有一個靈站出來對耶和華說他願意去。 22 耶和華問他用什麼方法,他說,『我要做謊言之靈,進入他眾先知的口中。』耶和華說,『你必能成功,就這樣做吧。』 23 現在,耶和華已經把謊言之靈放進這些先知口中,耶和華已決意降禍給你。」

24 基拿拿的兒子西底迦聽了米該雅的話就上前打他的臉,說:「耶和華的靈怎會離開我向你說話呢?」 25 米該雅說:「你躲進密室的那天就知道了。」 26 以色列王下令說:「把米該雅交給亞們總督和約阿施王子, 27 告訴他們,『王說,要把這人關在監牢,只給他一些餅和水,直到我平安地回來。』」 28 米該雅說:「如果你能夠平安地回來,耶和華就沒有藉著我說話。」他又說:「眾民啊,你們都記住我的話。」

亞哈之死

29 以色列王和猶大王約沙法出兵攻打基列的拉末。 30 以色列王對約沙法說:「我要改裝上陣,你就穿王袍吧。」以色列王就改裝上陣。 31 亞蘭王已經吩咐他的三十二名戰車長不要跟對方的大小軍兵交鋒,只攻擊以色列王。 32 戰車長看見約沙法,以為他一定是以色列王,便轉過來攻擊他。約沙法高聲喊叫, 33 戰車長見他不是以色列王,便不再追殺他。 34 有人隨手放了一箭,射進了以色列王的鎧甲縫中。王對駕車的說:「調轉車頭拉我離開戰場吧,我受了重傷。」 35 那天的戰事非常激烈,亞哈王被人扶著站在車上,迎戰亞蘭人。到了黃昏,王就死了,車上流滿了血。 36 太陽快要下山的時候,以色列軍中傳出號令,叫人各回本鄉本城。

37 王死後,他們把王的屍體運回撒瑪利亞安葬, 38 並在撒瑪利亞妓女洗浴的池邊洗他的戰車,有狗來舔他的血,正如耶和華所言。 39 亞哈其他的事,他的一切所作所為和他建造的象牙宮及各城邑,都記在以色列的列王史上。 40 亞哈與祖先同眠後,他兒子亞哈謝繼位。

約沙法做猶大王

41 亞哈做以色列王第四年,亞撒的兒子約沙法登基做猶大王。 42 約沙法三十五歲登基,在耶路撒冷執政二十五年。他母親叫阿蘇巴,是示利希的女兒。 43 約沙法事事效法他父親亞撒,不偏不離,做耶和華視為正的事。但他沒有拆毀邱壇,百姓仍然在那裡獻祭燒香。 44 約沙法與以色列王修好。

45 約沙法其他的事,包括他的功業和戰績,都記在猶大的列王史上。 46 約沙法除掉了他父親亞撒時代遺留的男廟妓。 47 那時以東沒有王,由總督治理。 48 約沙法又建造了一批他施船,要到俄斐去運載黃金,可是沒有成行,因為船隻在以旬·迦別失事了。 49 後來,亞哈的兒子亞哈謝請求約沙法讓他的人跟約沙法的人一起出海,但約沙法拒絕了。 50 約沙法與祖先同眠後葬在大衛城他的祖墳裡。他兒子約蘭繼位。

亞哈謝做以色列王

51 猶大王約沙法執政第十七年,亞哈的兒子亞哈謝在撒瑪利亞登基做以色列王,執政兩年。 52 他做耶和華視為惡的事,步他父母的後塵,效法使以色列人陷入罪中的尼八之子耶羅波安。 53 他像他父親一樣供奉、祭拜巴力,惹以色列的上帝耶和華發怒。

O Livro

1 Reis 22

Micaías profetiza contra Acabe

1Durante três anos houve guerra entre a Síria e Israel. 2/3 Mas durante o terceiro ano, enquanto o rei Jeosafá de Judá estava a visitar o rei Acabe de Israel, Acabe disse aos seus oficiais: “Vocês estão a dar-se conta como os sírios ainda ocupam Ramote-Gileade? E nós aqui estamos, sentados, sem nada fazer para a recuperar!”

Depois, voltando-se para Jeosafá: “Estarias tu de acordo em mandar as tuas tropas com as minhas para reaver essa cidade?”

E Jeosafá respondeu a rei Acabe: “Com certeza que sim! Tu e eu somos irmãos! O meu povo poderá ficar sob o teu comando; os meus cavalos, ao teu serviço. Mas”, acrescentou, “devemos primeiro consultar o Senhor, para saber qual a sua vontade.”

O rei Acabe convocou os seus quatrocentos profetas pagãos e perguntou-lhes: “Atacarei ou não Ramote-Gileade?”

“Sim, porque o Senhor será contigo.”

Por sua vez Jeosafá perguntou: “Não haverá aqui um profeta do Senhor? Gostaria de o interrogar também.”

“Sim, há um”, respondeu o rei Acabe, “mas eu odeio-o, porque nunca profetiza nada de bom. Tem sempre algo de tenebroso a dizer. Chama-se Micaías, e é filho de Inlá.”

“Estás talvez a exagerar!”, retorquiu Jeosafá.

O rei Acabe chamou um dos seus ajudantes: “Vai buscar Micaías. Depressa!”

10/11 Entretanto todos os profetas pagãos continuavam profetizando perante os dois reis, que estavam vestidos com os trajes reais e sentados tronos, numa praça, à entrada da cidade. Um dos profetas, Zedequias, filho de Quenaana, fez uns chifres de ferro e declarou: “O Senhor promete que empurrarás na tua frente os sírios com estas hastes, até os teres destruído todos.”

12 Os outros apoiaram-no: “Levanta-te e ataca Ramote-Gileade, porque o Senhor fará com que triunfes!”

13/14 O mensageiro encarregado de ir buscar Micaías disse-lhe o que os profetas pagãos estavam a declarar e pressionou-o para que dissesse a mesma coisa. Mas Micaías afirmou: “Garanto-te que direi apenas o que o Senhor me mandar!”

15 Quando chegaram, o rei perguntou-lhe: “Micaías, atacaremos Ramote-Gileade ou não?”

E Micaías retorquiu: “Com certeza que sim. Terás uma grande vitória e o Senhor te ajudará!”

16 “Quantas vezes te tenho de dizer que me digas com seriedade o que o Senhor te manda declarar?”, disse o rei.

17 Então Micaías retomou a palavra: “Vi Israel espalhado sobre os montes, como cordeiros sem pastor. E o Senhor disse: ‘O seu rei está morto; manda-as para casa’.”

18 Voltando-se para Jeosafá, Acabe lamentou-se: “Não te disse eu que era isto que iria acontecer? Ele nunca me diz nada de bom; fala sempre mal.”

19/21 Micaías continuou. “Ouve o resto da palavra do Senhor. Eu vi o Senhor sentado sobre o seu trono, com os exércitos celestiais à sua volta. Disse o Senhor: ’Quem irá convencer Acabe para que vá e morra em Ramote-Gileade?’ Várias sugestões foram feitas, até que um anjo se aproximou do Senhor e disse: ‘Irei eu!’

22/23 ‘Como?’, perguntou o Senhor. E ele respondeu: ‘Serei um espírito de mentira na boca dos profetas.’ E o Senhor retorquiu: ‘Isso dará resultado; conseguirás o que pretendes. Podes ir.’ Não estás a ver? O Senhor pôs um espírito de mentira nas bocas destes profetas; e o que é importante é que o Senhor já decretou que a tragédia se abaterá sobre a tua vida’.”

24 Então Zedequias, o filho de Quenaana, adiantou-se e deu uma bofetada no rosto de Micaías: “Quando foi que o Espírito do Senhor me deixou a mim para falar por ti?”

25 Micaías respondeu-lhe: “Terás a resposta quando andares à procura de te esconderes no quarto interior duma casa.”

26/27 O rei Acabe mandou que prendessem Micaías: “Levem-no a Amom, o governador da cidade, e a Joás, o meu filho. Digam-lhes: ’O rei manda pôr este indivíduo no cárcere e que o alimentem a pão e água, e apenas o suficiente para que não morra, até que eu regresse em paz’”.

28 “Se voltares em paz”, insistiu Micaías, “isso será a prova de que o Senhor não falou por mim.” Depois, voltando-se para o povo que ali estava a assistir àquilo: “Tomem bem nota do que eu disse!”

A morte de Acabe

29 Assim o rei Acabe de Israel e o rei Jeosafá de Judá levaram os seus exércitos contra Ramote-Gileade. 30 Acabe disse a Jeosafá: “Leva tu o fato real e eu disfarçar-me-ei!” Então Acabe foi para a batalha trajando como um simples soldado.

31/33 O rei da Síria tinha mandado aos capitães dos trinta e dois carros, que lutassem apenas contra o Acabe. E quando viram o rei Jeosafá vestido com os trajes reais, pensaram: “É este o homem que procuramos.” Então rodearam-no para o atacarem. Mas Jeosafá gritou e eles deixaram-no!

34 Contudo, alguém atirou uma flecha ao acaso que veio precisamente ferir Acabe numa juntura da sua armadura. “Levem-me daqui para fora, porque estou ferido”, rouquejou ele ao condutor do carro.

35/38 A batalha ia-se tornando cada vez mais intensa à medida que o dia avançava; e o rei Acabe retirou-se da batalha, deitado no seu carro, com o sangue que saia da ferida escorrendo-lhe até ao chão. Finalmente, pelo anoitecer, morreu. Estava o Sol a pôr-se e começou a correr a notícia por entre a tropa: “Acabou-se, voltemos para casa! O rei morreu!” O seu corpo foi levado para Samaria e enterrado ali. Quando o carro e a armadura foram lavados juntos de um poço em Samaria, onde as prostitutas se lavavam, os cães vieram e puseram-se a lamber o sangue do rei, tal como o Senhor dissera que havia de acontecer.

39/40 O resto da história de Acabe, incluindo a descrição do seu palácio de marfim e as cidades que construiu, está escrito nas Crónicas dos Reis de Israel. Acabe foi sepultado junto dos seus antepassados; e Acazias, seu filho, tornou-se o novo rei de Israel.

O reinado de Jeosafá

41/45 Em Judá, Jeosafá, o filho de Asa, tinha sido coroado rei no quarto ano do reinado de Acabe de Israel. Jeosafá tinha trinta e cinco anos quando ascendeu ao trono e reinou em Jerusalém vinte e cinco anos. A sua mãe era Azuba, filha de Sili. Fez o que seu pai Asa tinha feito, obedecendo ao Senhor em tudo, menos numa coisa: não destruiu os nichos nos altos das colinas e continuou a queimar ali incenso. Fez também paz com Acabe, rei de Israel. O resto dos feitos de Jeosafá, o poder que revelou, as guerras que fez, estão descritos nas Crónicas dos Reis de Judá.

46/47 Também mandou fechar todas as casas de prostituição masculina que ainda se mantinham, depois do tempo do seu pai Asa. Não havia rei em Edom nessa altura mas apenas governador nomeado pelo rei de Judá.

48/49 O rei Jeosafá mandou construiur grandes navios para irem a Ofir buscar ouro; mas nunca lá chegaram porque naufragaram em Eziom-Geber. Acazias, o filho e sucessor do rei Acabe, tinha proposto a Jeosafá que os seus homens fossem também, mas este recusou a oferta.

50 Quando Jeosafá morreu, foi enterrado junto dos seus antepassados, em Jerusalém, a cidade do seu antecessor David. O seu filho Jeorão ocupou o trono em seu lugar.

51/53 Foi no décimo sétimo ano do reinado de Jeosafá, rei de Judá, que Acazias, filho de Acabe, começou a reinar sobre Israel em Samaria; reinou dois anos. Mas não foi um bom rei, pois seguiu nas pisadas do seu pai e da sua mãe e também de Jeroboão, que levaram Israel a prestar culto a ídolos, pecando assim contra o Senhor. Por isso Acazias muito suscitou a ira de Deus.