Chinese Contemporary Bible (Simplified)

诗篇 89

永远配受称颂的上帝

以斯拉人以探的训诲诗。

1我要永远称颂耶和华的慈爱!
我的口要传扬你的信实直到万代。
我要让人知道:
你的慈爱存到永远,
你的信实与天同存。
你曾说:
“我与我所拣选的人立了约,
向我的仆人大卫起了誓,
‘我要使你的后裔永远坐在宝座上,世代为王。’”(细拉)
耶和华啊,
诸天要颂扬你的奇妙,
众圣者要赞美你的信实。
天上有谁能与耶和华相比,
众天使中谁能像祂?
祂在众圣者的会中大受敬畏,
祂的威严无与伦比。
万军之上帝耶和华啊,
谁能像你能力伟大,信实无比?
你掌管汹涌的大海,
平息惊涛骇浪。
10 你击碎海怪[a]
以大能的臂膀驱散仇敌。
11 天地都属于你,
世界和其中的一切都是你造的。
12 你创造了南方和北方,
他泊山和黑门山都向你欢呼。
13 你有大能的臂膀,
双手充满力量。
14 你的宝座以公平和正义为根基,
你以慈爱和信实为先锋。
15 耶和华啊,
懂得向你欢呼的人有福了,
他们走在你的荣光之中。
16 他们因你的名终日欢欣,
因你的公义而雀跃。
17 你是他们的力量和荣耀,
你的恩惠使我们充满力量。
18 耶和华赐下保护我们的盾牌,
我们的王属于以色列的圣者。
19 你曾在异象中对你忠心的子民说:
“我已把力量赐给一位勇士,
已擢升我在民中拣选的人。
20 我找到了我的仆人大卫,
用我的圣油膏立他。
21 我的手必扶持他,
我的臂膀必加给他力量。
22 仇敌胜不过他,
恶人不能欺压他。
23 我要当着他的面击垮他的敌人,
打倒恨他的人。
24 我要以信实和慈爱待他,
他必因我的名而充满力量。
25 我要使他左手掌管大海,
右手统治江河。
26 他要向我高呼,
‘你是我的父亲,我的上帝,
拯救我的磐石。’
27 我要立他为我的长子,
使他做天下至尊的君王。
28 我要永远用慈爱待他,
我与他立的约永不更改。
29 我要使他的后裔永无穷尽,
让他的王位与天同存。
30 如果他的后代背弃我的律法,
不遵行我的典章,
31 触犯我的律例,
不守我的诫命,
32 我就会因他们的罪用杖惩罚他们,
用鞭子责打他们。
33 但我不会收回我的慈爱,
也不会背弃我的信实。
34 我必不毁约,也不食言。
35 因我曾凭自己的圣洁向大卫起誓,
我绝无谎言。
36 他的后裔必永无穷尽,
他的王位必在我面前如日长存,
37 又如天上亘古不变的月亮,
永远坚立。”(细拉)
38 如今,你对你所膏立的王大发怒气,丢弃了他。
39 你废弃与他所立的约,
把他的冠冕扔在尘土中。
40 你攻破了他的城墙,
使他的坚垒沦为废墟。
41 路人都趁机劫掠他的财物,
邻居都嘲笑他。
42 你助长了他敌人的势力,
使敌人洋洋得意。
43 你使他的刀剑失去锋芒,
你使他败退沙场。
44 你使他的威荣尽失,
王位倾覆。
45 你使他未老先衰,
满面羞愧。(细拉)
46 耶和华啊,
你隐藏自己要到何时呢?
要到永远吗?
你的怒火要烧到何时呢?
47 愿你顾念我的生命何其短暂!
你创造的世人何其虚幻!
48 谁能长生不死?
谁能救自己脱离死亡的权势呢?(细拉)

49 主啊,你从前凭自己的信实向大卫应许的慈爱在哪里呢?
50 主啊,求你顾念你仆人——我所受的羞辱,
我心中如何忍受列国的嘲笑。
51 耶和华啊,
你的仇敌嘲笑你所膏立的王,
他们嘲笑他的一举一动。
52 耶和华永远当受称颂。
阿们!阿们!

Notas al pie

  1. 89:10 海怪”希伯来文是“拉哈伯”。

O Livro

Salmos 89

Poema didático de Etã, o ezraíta.

1Cantarei constantemente a bondade do Senhor;
a minha boca anunciará às gerações vindouras
como te manténs fiel às tuas promessas.
Direi que a tua bondade é eterna;
confirmaste a tua fidelidade até no céu.
Disse o Senhor:
“Fiz uma aliança solene com David,
aquele que eu próprio escolhi:
A tua dinastia será estabelecida para sempre
e firmarei o teu trono eternamente.” (Pausa)

Os céus te louvarão pelas tuas maravilhas, ó Senhor;
milhares de anjos te darão louvores,
por seres fiel à tua palavra.
Quem, em todo o universo,
se pode comparar com o Senhor?
Qual dos anjos mais poderosos
é semelhante a Deus?
Ele é extremamente admirado na assembleia dos anjos;
é grandemente reverenciado por todos os que o cercam.
Ó Senhor, Deus dos exércitos,
quem é tão forte como tu?
A fidelidade faz parte do teu próprio carácter.

Tu dominas a força do mar;
acalmas as vagas que se levantam sob a violência das tempestades.
10 Abateste o altivo Raab[a] como se fosse ferido de morte;
dispersaste os inimigos com o teu poderoso e forte braço.
11 Pertencem-te os céus e a Terra;
criaste o universo com tudo o que nele existe.
12 Toda a Terra, de norte a sul, foi criada pelas tuas mãos;
os montes Tabor e Hermon alegram-se,
por serem uma obra assinada pelo teu nome.
13 O teu braço é poderoso! Forte é a tua mão!
A sua força atua eficazmente até na glória do céu!

14 A justiça e a retidão são as bases do teu trono;
a misericórdia e a verdade vão à tua frente.
15 Feliz é o povo que conhece e que responde
ao som festivo da trombeta e que toca para te celebrar!
Esses andarão na luz da tua presença.
16 Alegrar-se-ão o dia inteiro no prestígio
que tem o teu nome e a tua justiça.
17 Tu és o esplendor da sua força:
o nosso poder está fundamentado no teu favor.
18 Porque o nosso rei, que é para nós como um escudo, pertence ao Senhor;
o rei pertence ao Santo de Israel.

19 Numa visão, falaste aos teus servos fiéis:
“Prestei ajuda a alguém que é um herói e cheio de vontade,
que vem do meio do povo.
20 É David quem me servirá!
Nomeei-o e qualifiquei-o através do santo óleo
que recebeu de mim.
21 Firmá-lo-ei e o fortalecerei com o meu forte braço.
22 O inimigo nunca lhe passará por cima;
os filhos da maldade não o afligirão.
23 Derrubarei os seus inimigos na sua frente;
destruirei os que o aborrecem.
24 Acompanhá-lo-ei com a minha bondade;
terá sempre a garantia da minha fidelidade.
25 O seu poder eu estenderei sobre os mares;
dominará desde os rios até ao mar.
26 Invocar-me-á, dizendo:
‘És o meu Pai, o meu Deus,
a rocha da minha salvação.’
27 Também, por isso, o tratarei com a honra
que se dá a um filho mais velho;
farei dele o mais poderoso dos reis da Terra.
28 Manterei para sempre a minha bondade para com ele;
a aliança de amor que faço com ele nunca será anulada.
29 Terá sempre um herdeiro e o seu trono não terá fim;
será como os dias do céu!

30 Mas, se os seus filhos deixarem a minha Lei,
e não seguirem os meus mandamentos,
31 se desprezarem os meus estatutos,
interpretando-os segundo os seus interesses,
32 então virei junto deles para os castigar,
para punir a sua maldade.
33 Contudo, não retirarei dele a minha bondade,
nem deixarei de cumprir a minha promessa.
34 Não anularei a minha aliança com ele,
nem retirarei uma só palavra que saiu dos meus lábios.
35 Porque o jurei a David,
como Deus santo que não pode mentir.
36 A sua descendência durará para sempre
e o seu trono terá a duração do próprio Sol.
37 Será como a Lua que permanece sólida,
como testemunho no céu da minha fidelidade.” (Pausa)

38 No entanto, tu rejeitaste e aborreceste o teu ungido;
indignaste-te contra ele.
39 Não vês com bons olhos a aliança que fizeste com ele;
lançaste a sua coroa no pó da terra.
40 Derribaste as muralhas;
deixaste em ruínas as fortificações que o defendiam.
41 Todos os que passam por ali o despojam;
os seus vizinhos o desprezam.
42 Deste força aos seus inimigos,
os quais têm tido fortes razões para se regozijarem.
43 As suas armas encravaram-se, não prestam;
retiraste-lhe a tua ajuda na batalha.
44 Acabaste com o esplendor que tinha antes;
o seu trono caiu.
45 Envelheceu antes do tempo;
cobriste-o de vergonha. (Pausa)

46 Até quando, Senhor, será assim?
Vais ignorar para sempre o meu apelo?
Deixarás que a tua ira se acenda como um fogo?
47 Lembra-te como são breves os dias da minha vida;
tu não criaste os homens para uma vida inútil e vazia.
48 Também não há ninguém que viva para sempre,
sem conhecer a morte;
que tenha a capacidade de se livrar do poder do mundo dos mortos. (Pausa)
49 Senhor, onde está o amor
que mostraste para com David, antigamente,
e que lhe juraste com a verdade da tua palavra?
50 Lembra-te da vergonha em que se encontra o teu povo;
trago no peito a marca do escárnio de toda essa gente.
51 Gente que tem posto a tua honra de rastos,
pois são teus inimigos, Senhor;
riem-se da vida deste, que tu escolheste e ungiste.

52 Bendito seja o Senhor, para sempre!

Amém! Assim seja!

Notas al pie

  1. 89.10 Nos relatos babilónicos da criação do mundo, o monstro marinho (Raab) personificava o oceano ou o caos, vencido pelo deus criador.