Chinese Contemporary Bible (Simplified)

诗篇 49

财富的虚幻

可拉后裔的诗,交给乐长。

1万民啊,你们要听!
世人啊,
不论贵贱贫富,都要留心听!
因为我口出智慧,心思明智。
我要侧耳听箴言,
弹琴解释人生之谜。

危难来临,四面被奸诈之徒包围时,我何必惧怕?
他们倚靠金钱、夸耀财富,
却不能救赎自己的生命,
也无法向上帝付生命的赎价。
因为生命的赎价高昂,
无人付得起,
以致可以永远活着,不进坟墓。
10 众所周知,即使智者也要死去,
愚人和庸者也要灭亡,
将他们的财富留给别人。
11 尽管他们用自己的名字来为产业命名,
坟墓却是他们永远的归宿,
世代的住处。
12 人不能长享富贵,
终必死去,与兽无异。
13 这就是愚昧人及其追随者的下场!(细拉)
14 他们注定要死,与羊无异,
死亡是他们的牧者;
到了早晨,
他们必被正直人管辖。
他们的躯体必朽烂在坟墓里,
远离自己的豪宅。
15 但上帝必救赎我的生命脱离死亡的权势,
接我到祂身边。(细拉)

16 因此,见他人财富增多,
日益奢华,
不要害怕。
17 因为他们死后什么也带不走,
再不能拥有荣华富贵。
18 他们活着时自以为有福,
人们都赞扬他们的成就,
19 到头来他们还是要归到祖先那里,
再也看不见光明。
20 人有财富,却无明智的心,
无异于必死的兽类。

O Livro

Salmos 49

Cântico dos descendentes de Coré.

Para o director do coro.

11/2 Que todos os povos da Terra ouçam isto!
Que todos os moradores da Terra,
    grandes e pequenos, ricos e pobres,
    prestem atenção às minhas palavras.
Elas serão ditas com sabedoria,
    e serão o fruto de uma meditação feita com inteligência.
Direi, em cânticos, a solução
    de um problema profundo da vida:

Não devo ter medo, quando chegam os dias de aflição,
    mesmo quando rodeado da maldade dos que me querem mal!
6/7 Aqueles que confiam nas suas riquezas
    e se gabam de tudo quanto possuem,
    nenhum deles, de modo algum,
    pode resgatar o seu próximo do castigo do pecado.
Uma alma é algo de valor tão elevado
    que as fortunas da Terra inteira, juntas,
não seriam suficientes para comprar a vida eterna
    e para livrar da morte.

10 Tanto os sábios como os ricos, os poderosos e orgulhosos,
    terão de morrer, como toda a gente.
E as suas riquezas serão para os outros.
11 Dão às propriedades que possuem, os seus próprios nomes,
    porque pensam lá para si mesmos,
    que serão deles e dos seus descendentes para sempre,
    e que nunca deixarão de morar nelas.

12 Mas essas pessoas, apesar de toda a sua vaidade,
    terão de morrer, como qualquer ser vivente!
13 Tal é o destino dos que confiam em si mesmos,
    e dos que confiam nas suas próprias palavras.
14 A morte leva a humanidade toda
    como um grande rebanho, do qual se alimenta.
E depois, ao romper do dia, os rectos os dominarão;
pois que a beleza deles acabará quando morrerem,
    visto que não a podem levar consigo.
15 Mas quanto a mim Deus salvará a minha alma do poder da morte,
    e me receberá.

16 Portanto, não desanimes quando homens sem Deus enriquecem
    e alcançam grande prosperidade.
17 Porque quando morrem não levam nada consigo,
    e o seu bem-estar não os acompanhará.
18 Ainda que em toda a sua vida se tenham tido por felizes,
    e os outros os aplaudam por todo o bem que souberem fazer-se
    a si mesmos,
19 contudo terão o fim que teve toda a gente antes deles:
    a escuridão eterna.
20 Porque o ser humano, mesmo com toda a sua prosperidade,
    terá de morrer como qualquer ser vivente.