Chinese Contemporary Bible (Simplified)

撒母耳记下 3

押尼珥之死

1扫罗和大卫两家长期争战,大卫家的势力越来越强,扫罗家却日益衰微。

大卫在希伯仑生的儿子有耶斯列人亚希暖所生的长子暗嫩, 迦密人拿八的遗孀亚比该所生的次子基利押,基述王达买的女儿玛迦所生的三子押沙龙, 哈及所生的四子亚多尼雅,亚比她所生的五子示法提雅, 大卫的妻子以格拉所生的六子以特念。大卫的这些儿子都是在希伯仑生的。

在扫罗和大卫两家争战期间,押尼珥在扫罗家权势日增。 他跟扫罗的一个妃嫔、艾押的女儿利斯巴通奸,伊施波设问他:“你为什么跟我父亲的妃嫔一起睡觉呢?” 押尼珥听了非常愤怒,说:“难道我是犹大的走狗吗?我这样厚待你父亲扫罗家和他的亲人朋友,没有把你交给大卫,今天你竟为了一个女人来责备我! 9-10 倘若我不照着耶和华应许大卫的誓言把扫罗的江山夺过来交给大卫,让他统治全以色列和犹大,从但到别示巴,愿耶和华重重地惩罚我!”

11 伊施波设一句话也不敢答,因为他害怕押尼珥。

12 押尼珥派使者送信给大卫,说:“这个国家难道不是你的吗?如果你与我立约,我必帮助你统一以色列。” 13 大卫回答说:“好,但你一定要把扫罗的女儿米甲带来才能见我。” 14 于是,大卫派使者去见扫罗的儿子伊施波设说:“请把我的妻子米甲送回来,因为她是我用一百个非利士人的包皮作聘礼娶来的。” 15 伊施波设就派人把米甲从她丈夫——拉亿的儿子帕铁那里接回来。 16 帕铁一路跟着米甲,边走边哭,一直到巴户琳。押尼珥对他说:“你回去吧!”他就回去了。

17 押尼珥和以色列的长老商量说:“你们以前一直都希望大卫做你们的王, 18 现在是时候了,因为耶和华曾说要借着祂仆人大卫的手,从非利士人和其他敌人手中拯救祂的以色列子民。” 19 押尼珥也跟便雅悯人商谈,然后到希伯仑把以色列人和便雅悯人的愿望告诉大卫。 20 当时,他带了二十个人前往希伯仑见大卫,大卫就设宴款待他们。 21 押尼珥对大卫说:“我要为我主我王招聚所有的以色列人,跟你立约,你便可以如愿以偿,统治全以色列。”于是大卫为他送行,他就平安地回去了。

22 大卫送押尼珥离开后不久,约押就率领大卫的军队带着许多战利品凯旋而归。 23 约押率领全军回来后,有人告诉他:“尼珥的儿子押尼珥刚才来朝见王,王送他平安地离去了。” 24 约押听后,就去见王,说:“你这做的是什么事?押尼珥来见你,你为什么放他走呢? 25 你要知道,尼珥的儿子押尼珥想来骗你,探听你的虚实。”

26 约押从大卫那里出来,派人去追押尼珥,他们在西拉井追上了他,把他带了回来。大卫对这件事一无所知。 27 押尼珥回到希伯仑的时候,约押就把他带到城门的瓮洞,装作与他密谈,乘机用短剑刺入他的肚子,把他杀死了,为他兄弟亚撒黑报了仇。 28 大卫听到消息就说:“耶和华作证,我和我的人民永远跟尼珥的儿子押尼珥的死无关。 29 约押和他全家要承担这罪,愿他的后代永远有长疮的、患皮肤病的、拄拐杖的、被刀剑所杀的或挨饿的。” 30 约押和他兄弟亚比筛之所以杀押尼珥,是因为押尼珥在基遍杀了他们的兄弟亚撒黑。

31 大卫对约押和部下说:“你们要撕裂衣服,腰束麻布,在押尼珥棺前哭丧!”大卫王也跟在棺后送葬。 32 他们就把押尼珥葬在希伯仑。大卫王和众人在墓旁大哭一场。 33 大卫王哀悼押尼珥,说:

“押尼珥啊!
你怎能死得糊里糊涂[a]呢?
34 你的手没有被捆,
你的脚没有被锁,
你是死在阴险小人的手里啊!”

于是众人都为押尼珥哀哭。 35 大卫整天没有进食,众人来劝他吃一点东西,但他起誓说:“我若在日落以前吃任何东西,愿上帝重重地惩罚我!” 36 众人听见了,都很喜悦,王做的每一件事都令他们喜悦。 37 那天全国的人都看出尼珥的儿子押尼珥的死与大卫无关。 38 大卫王对他的随从说:“你们难道不知道今天以色列损失了一位伟大的将领吗? 39 今天我虽然是耶和华所膏立的王,但仍势单力薄,无法对付洗鲁雅的两个儿子,愿耶和华报应他们的恶行。”

Notas al pie

  1. 3:33 糊里糊涂”希伯来文是“像愚笨人”。

O Livro

2 Samuel 3

1Estes foram os acontecimentos que deram origem a uma longa guerra entre os que tinham sido seguidores de Saul e os que estavam do lado de David. A posição deste, aliás, ia-se tornando cada vez mais forte, enquanto que os apoiantes de Saul se enfraqueciam cada vez mais.

2/5 Vários filhos nasceram a David enquanto se encontrava em Hebrom. O mais velho era Amnom, filho de Ainoã. O segundo, Quileabe, nascido de Abigail, a viúva de Nabal do Carmelo. O terceiro, Absalão, que lhe deu Maaca, filha de Talmai, o rei de Gesur. O quarto era Adonias, que nasceu de Hagite. A seguir vinha Sefatias, filho de Abital. O último era Itreão, de Egla, também mulher de David.

Abner junta-se a David

6/10 À medida que a guerra continuava, Abner tornou-se um chefe poderoso dos seguidores de Saul. Aproveitando-se da sua posição, tomou para si uma das concubinas de Saul, uma rapariga chamada Rizpa; e quando Isbosete o criticou por isso, Abner ficou furioso: “Sou algum cão judeu, para ser escorraçado desta maneira? Depois de tudo o que fiz por ti e pelo teu pai, não vos entregando a David, é essa a recompensa que me dás — acusar-me por causa duma questão com uma simples mulher! Que Deus me amaldiçoe se eu não fizer tudo o que puder para te tirar o reino, todo ele, desde Dan até Berseba, e o der a David, aliás tal como Deus previu.” 11 Isbosete não lhe respondeu uma palavra sequer, porque tinha medo dele.

12 Abner mandou então mensageiros a David para discutirem — entregar-lhe o reino de Israel e em troca ficar com o cargo de general das tropas conjuntas de Israel e de Judá.

13/14 “Está bem”, disse David, “mas não trato nada contigo enquanto não me trouxeres a minha mulher Mical, filha de Saul.” David enviou igualmente uma mensagem a Isbosete nestes termos: “Devolvam-me Mical, a minha mulher, que eu ganhei em troca da vida de cem filisteus.” 15/16 Então Isbosete tirou-a a Palti. Este último foi atrás dela, chorando, até Baurim. Aí, disse-lhe Abner: “Volta agora para casa”. E ele voltou.

17 Entretanto Abner fez uma consulta aos chefes de Israel e lembrou-lhes que durante muito tempo eles tinham pretendido que fosse David o rei: 18 “Chegou agora a altura! Porque o Senhor disse: ‘É com David que salvarei o meu povo dos filisteus e de todos os seus inimigos’.”

19/20 Abner falou igualmente com os líderes de Benjamim, e depois foi a Hebrom relatar a David os progressos feitos junto do povo de Benjamim e de Israel. Havia vinte homens que o acompanhavam; e David deu-lhes um banquete.

21 Antes de se ir embora Abner prometeu a David: “Quando eu voltar convocarei uma assembleia de todo o povo de Israel, e eles eleger-te-ão rei, tal como sempre o desejaste.” David deixou-o ir em paz.

Joabe mata Abner

22 Mas pouco depois de Abner se ter despedido, Joabe mais alguma gente de tropa de David regressavam duma surtida, trazendo muito despojo com eles. 23 Quando disseram a Joabe que Abner tinha acabado de fazer uma visita ao rei e que se tinha retirado em paz, 24 foi a correr ter com David e perguntou-lhe: “Que foi que fizeste? Que pretendes tu como teres deixado esse indivíduo retirar-se na calma? 25 Sabes perfeitamente que ele apenas veio para nos espiar; o que ele quer é voltar e atacar-nos!”

26/27 Então Joabe mandou emissários para irem apanhá-lo e dizer-lhe que voltasse. Encontraram-no no poço de Sira, e ele aceitou voltar com os emissários. Contudo David nada sabia do que se estava a tramar. Quando Abner chegou de novo a Hebrom, Joabe tomou-o à parte, junto à porta da povoação, como se quisesse falar-lhe em particular, e apunhalou-o, matando-o por vingança da morte do seu irmão Asael.

28/29 Quando David soube disto, declarou: “Estou inocente, tanto eu como o meu povo, deste crime contra Abner. Os únicos culpados são Joabe e a sua família. Que cada um dos seus filhos venha a ser vítima ou de cancro, ou de lepra, ou seja estéril, ou venha a morrer de fome ou seja morto pela espada!”

30 E assim Joabe e o seu irmão Abisai mataram Abner, por causa da morte de Asael, irmão de ambos, na batalha de Gibeão.

31/32 David disse a Joabe e a todos os que estavam com ele: “Vamos todos lamentar a morte de Abner”. O rei David acompanhou a urna até ao local onde seria enterrado, em Hebrom. David e todo o povo choraram o morto à beira do túmulo. 33/34 “Porque é que Abner havia de ter morrido como um miserável?” David lamentou assim a morte de Abner:

“Não tinhas as mãos atadas, não tinhas os pés em cadeias,
e contudo foste assassinado, vítima de uma cruel cilada.”

Todo o povo ficou de luto. 35 David recusou comer fosse o que fosse nesse dia do funeral, ainda que o povo insistisse para que comesse qualquer coisa. Mas ele fez voto de não provar nada até ao pôr do Sol. 36 Isto no fundo agradou a toda a gente, aliás como tudo o que fazia. 37 Dessa forma toda a nação, tanto Judá como Israel, compreendeu pelas acções de David que ele não era responsável pela morte de Abner.

38/39 David disse ainda ao povo: “Um grande chefe, um grande homem, tombou hoje em Israel; ainda que eu seja o monarca escolhido por Deus, não posso fazer nada perante a dureza destes dois filhos de Zeruía. Que o Senhor recompense os malfeitores pelas suas maldades.”