Забур 89 CARS - Salmos 89 NVI-PT

Священное Писание

Забур 89:1-17

Четвёртая книга

Песнь 89

1Молитва пророка Мусы.

2Владыка, Ты был для нас прибежищем

из поколения в поколение.

3Прежде чем родились горы

и Ты образовал землю и весь мир,

от века и до века Ты – Бог.

4Ты возвращаешь человека в тление

и говоришь: «Вернитесь, смертные».

5Тысяча лет в глазах Твоих, как день вчерашний, что минул,

как несколько часов в ночи.

6Как наводнением уносишь людей;

они проходят, как сон.

Они – как трава, что утром взошла:

утром она цветёт и зеленеет,

а вечером вянет и засыхает.

7Мы исчезаем от Твоего гнева,

мы в смятении от Твоей ярости.

8Ты поставил наши беззакония перед Собою

и наши тайные грехи – перед лицом Своим.

9Наши дни проходят в Твоём гневе;

мы завершаем свои годы со стоном.

10Дней нашей жизни – лет семьдесят,

а для тех, кто покрепче, – лет восемьдесят,

и большая часть их – труд и скорбь;

быстро они проходят, и мы исчезаем.

11Кто познал силу Твоего гнева?

Ярость Твоя столь же велика,

сколь велик страх перед Тобой.

12Научи нас вести счёт нашим дням,

чтобы мы обрели сердце мудрое.

13Возвратись, Вечный! Как долго ещё будешь гневаться?

Сжалься над Своими рабами!

14Насыщай нас по утрам милостью Своей,

чтобы мы радовались и веселились все наши дни.

15Возвесели нас за дни, когда Ты наказывал нас,

и за годы, в которые мы испытывали бедствие.

16Да откроется взору рабов Твоих дело Твоё,

и слава Твоя – их детям.

17И да пребудет на нас милость Владыки, нашего Бога.

Укрепи наше дело,

укрепи для нас дело наших рук.

Nova Versão Internacional

Salmos 89:1-52

Salmo 89

Poema do ezraíta Etã.

1Cantarei para sempre o amor do Senhor;

com minha boca anunciarei a tua fidelidade

por todas as gerações.

2Sei que firme está o teu amor para sempre,

e que firmaste nos céus a tua fidelidade.

3Tu disseste: “Fiz aliança com o meu escolhido,

jurei ao meu servo Davi:

4‘Estabelecerei a tua linhagem para sempre

e firmarei o teu trono por todas as gerações’ ”. Pausa

5Os céus louvam as tuas maravilhas, Senhor,

e a tua fidelidade na assembleia dos santos.

6Pois quem nos céus poderá comparar-se ao Senhor?

Quem entre os seres celestiais89.6 Ou deuses; ou ainda poderosos assemelha-se ao Senhor?

7Na assembleia dos santos Deus é temível,

mais do que todos os que o rodeiam.

8Ó Senhor, Deus dos Exércitos, quem é semelhante a ti?

És poderoso, Senhor, envolto em tua fidelidade.

9Tu dominas o revolto mar;

quando se agigantam as suas ondas, tu as acalmas.

10Esmagaste e mataste o Monstro dos Mares89.10 Hebraico: Raabe.;

com teu braço forte dispersaste os teus inimigos.

11Os céus são teus, e tua também é a terra;

fundaste o mundo e tudo o que nele existe.

12Tu criaste o Norte e o Sul;

o Tabor e o Hermom cantam de alegria pelo teu nome.

13O teu braço é poderoso;

a tua mão é forte, exaltada é tua mão direita.

14A retidão e a justiça são os alicerces do teu trono;

o amor e a fidelidade vão à tua frente.

15Como é feliz o povo que aprendeu a aclamar-te, Senhor,

e que anda na luz da tua presença!

16Sem cessar exultam no teu nome,

e alegram-se na tua retidão,

17pois tu és a nossa glória e a nossa força89.17 Hebraico: a glória do seu poder.,

e pelo teu favor exaltas a nossa força89.17 Hebraico: chifre; também no versículo 24..

18Sim, Senhor, tu és o nosso escudo89.18 Ou soberano,

ó Santo de Israel, tu és o nosso rei.

19Numa visão falaste um dia,

e aos teus fiéis disseste:

“Cobri de forças um guerreiro,

exaltei um homem escolhido dentre o povo.

20Encontrei o meu servo Davi;

ungi-o com o meu óleo sagrado.

21A minha mão o susterá,

e o meu braço o fará forte.

22Nenhum inimigo o sujeitará a tributos;

nenhum injusto o oprimirá.

23Esmagarei diante dele os seus adversários

e destruirei os seus inimigos.

24A minha fidelidade e o meu amor o acompanharão,

e pelo meu nome aumentará o seu poder.

25A sua mão dominará até o mar;

sua mão direita, até os rios.

26Ele me dirá: ‘Tu és o meu Pai,

o meu Deus, a Rocha que me salva’.

27Também o nomearei meu primogênito,

o mais exaltado dos reis da terra.

28Manterei o meu amor por ele para sempre,

e a minha aliança com ele jamais se quebrará.

29Firmarei a sua linhagem para sempre,

e o seu trono durará enquanto existirem céus.

30“Se os seus filhos abandonarem a minha lei

e não seguirem as minhas ordenanças,

31se violarem os meus decretos

e deixarem de obedecer aos meus mandamentos,

32com a vara castigarei o seu pecado,

e a sua iniquidade com açoites;

33mas não afastarei dele o meu amor;

jamais desistirei da minha fidelidade.

34Não violarei a minha aliança

nem modificarei as promessas dos meus lábios.

35De uma vez para sempre jurei pela minha santidade

e não mentirei a Davi,

36que a sua linhagem permanecerá para sempre,

e o seu trono durará como o sol;

37será estabelecido para sempre como a lua,

a fiel testemunha no céu.” Pausa

38Mas tu o rejeitaste, recusaste-o

e te enfureceste com o teu ungido.

39Revogaste a aliança com o teu servo

e desonraste a sua coroa, lançando-a ao chão.

40Derrubaste todos os seus muros

e reduziste a ruínas as suas fortalezas.

41Todos os que passam o saqueiam;

tornou-se objeto de zombaria para os seus vizinhos.

42Tu exaltaste a mão direita dos seus adversários

e encheste de alegria todos os seus inimigos.

43Tiraste o fio da sua espada

e não o apoiaste na batalha.

44Deste fim ao seu esplendor

e atiraste ao chão o seu trono.

45Encurtaste os dias da sua juventude;

com um manto de vergonha o cobriste. Pausa

46Até quando, Senhor? Para sempre te esconderás?

Até quando a tua ira queimará como fogo?

47Lembra-te de como é passageira a minha vida.

Terás criado em vão todos os homens?

48Que homem pode viver e não ver a morte,

ou livrar-se do poder da sepultura89.48 Hebraico: Sheol. Essa palavra também pode ser traduzida por profundezas, ou morte.? Pausa

49Ó Senhor, onde está o teu antigo amor,

que com fidelidade juraste a Davi?

50Lembra-te, Senhor, das afrontas que o teu servo tem89.50 Ou teus servos têm sofrido,

das zombarias que no íntimo tenho que suportar de todos os povos,

51das zombarias dos teus inimigos, Senhor,

com que afrontam a cada passo o teu ungido.

52Bendito seja o Senhor para sempre!

Amém e amém.