Amplified Bible

Psalm 143

Prayer for Help and Guidance.

A Psalm of David.

1Hear my prayer, O Lord,
Listen to my supplications!
Answer me in Your faithfulness, and in Your righteousness.

And do not enter into judgment with Your servant,
For in Your sight no man living is righteous or justified.

For the enemy has persecuted me,
He has crushed my life down to the ground;
He has made me dwell in dark places, like those who have been long dead.

Therefore my spirit is overwhelmed and weak within me [wrapped in darkness];
My heart grows numb within me.


I remember the days of old;
I meditate on all that You have done;
I ponder the work of Your hands.

I reach out my hands to You;
My throat thirsts for You, as a parched land [thirsts for water]. Selah.


Answer me quickly, O Lord, my spirit fails;
Do not hide Your face from me,
Or I will become like those who go down into the pit (grave).

Let me hear Your lovingkindness in the morning,
For I trust in You.
Teach me the way in which I should walk,
For I lift up my soul to You.

Rescue me, O Lord, from my enemies;
I take refuge in You.

10 
Teach me to do Your will [so that I may please You],
For You are my God;
Let Your good Spirit lead me on level ground.
11 
Save my life, O Lord, for Your name’s sake;
In Your righteousness bring my life out of trouble.
12 
In your lovingkindness, silence and destroy my enemies
And destroy all those who afflict my life,
For I am Your servant.

Nova Versão Internacional

Salmos 143

Salmo 143

Salmo davídico.

Ouve, Senhor, a minha oração,
dá ouvidos à minha súplica;
responde-me
    por tua fidelidade e por tua justiça.
Mas não leves o teu servo a julgamento,
pois ninguém é justo diante de ti.

O inimigo persegue-me
    e esmaga-me ao chão;
ele me faz morar nas trevas,
    como os que há muito morreram.
O meu espírito desanima;
o meu coração está em pânico.
Eu me recordo dos tempos antigos;
medito em todas as tuas obras
e considero o que as tuas mãos têm feito.
Estendo as minhas mãos para ti;
como a terra árida, tenho sede de ti.Pausa

Apressa-te em responder-me, Senhor!
    O meu espírito se abate.
Não escondas de mim o teu rosto,
    ou serei como os que descem à cova.
Faze-me ouvir do teu amor leal pela manhã,
    pois em ti confio.
Mostra-me o caminho que devo seguir,
    pois a ti elevo a minha alma.
Livra-me dos meus inimigos, Senhor,
    pois em ti eu me abrigo.
10 Ensina-me a fazer a tua vontade,
    pois tu és o meu Deus;
que o teu bondoso Espírito
    me conduza por terreno plano.

11 Preserva-me a vida, Senhor,
    por causa do teu nome;
por tua justiça, tira-me desta angústia.
12 E no teu amor leal,
    aniquila os meus inimigos;
destrói todos os meus adversários,
    pois sou teu servo.